AJUDA AO RS

Entidades do agronegócio fazem campanhas para ajudar o povo gaúcho. Saiba como participar!

Economia

PIB da Agropecuária cresce 15,1% e puxa resultado total em 2023

Crescimento do PIB da Agropecuária teve participação significativa da soja e do milho

1 minuto de leitura

01/03/2024 | 11:07

Por: Daumildo Júnior | daumildo.junior@estadao.com

colheitadeiras em operação em lavoura de soja
Foto: Adobe Stock

O setor da agropecuária puxou o PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil para cima, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira, 01, pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). De acordo com os dados, de 2022 para 2023, o PIB da Agropecuária cresceu 15,1%, aumento considerado recorde.

O valor total do PIB do agronegócio foi de R$ 677,6 bilhões. Segundo o Instituto, essa alta foi causada principalmente pelo crescimento na produção e pela boa produtividade das lavouras em 2023. Milho e soja foram destaques, segundo a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Palis. 

“Esse comportamento foi puxado muito pelo crescimento de soja e milho, duas das mais importantes lavouras do Brasil, que tiveram produções recorde registradas pelo Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA)”, afirma a coordenadora em nota. O LSPA indica que a soja teve crescimento de 27,1% e o milho alta de 19%. 

No entanto, outras culturas tiveram um desempenho ruim de produção, segundo dados do LSPA. No trigo, na laranja e no arroz foram observadas quedas de 22,8%, 7,5% e 3,5% respectivamente. 

PIB total cresce 2,9%

O PIB total do Brasil teve crescimento de 2,9% em 2023, se comparado a 2022. Além do recorde na Agropecuária, os outros segmentos também subiram. Confira como ficou cada setor:

  • Agropecuária: alta de 15,1% – R$ 677,6 bilhões
  • Indústria: alta de 1,6% – R$ 2,4 trilhões
  • Serviços: alta de 2,4% – R$ 6,4 trilhões

A soma de todos os bens e serviços finais produzidos no país foi de R$ 10,9 trilhões. Desse valor, R$ 1,4 trilhões são referentes aos Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios.

Já o PIB per capita, valor do PIB dividido pela quantidade de pessoas, ficou em R$ 50.193,72. Uma alta de 2,2% em relação ao período anterior.

Além do bom desempenho do Agro, no setor de Indústria, as Indústrias Extrativistas, como as que exploram petróleo e gás, tiveram crescimento de 8,7%. No setor de Serviços, o destaque são os seguros, com alta de 6,6%.

As exportações de bens e serviços também cresceram, alta de 9,1%. O Instituto aponta que a agricultura e produtos alimentícios foram os pontos positivos para o bom resultado.

Bom Dia Agro
X
Carregando...

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Economia

1

Cumaru: o que é, usos e como plantar a baunilha brasileira

Cumaru: o que é, usos e como plantar a baunilha brasileira
2

OCB vê retrocessos em regulamentação da Reforma Tributária e alerta para bitributação de produtor rural

OCB vê retrocessos em regulamentação da Reforma Tributária e alerta para bitributação de produtor rural
3

Ciclo pecuário do Nelore: produção brasileira de alta qualidade 

Ciclo pecuário do Nelore: produção brasileira de alta qualidade 
4

Gangrena gasosa pode matar bovino em 48 horas 

Gangrena gasosa pode matar bovino em 48 horas 
5

Ministério da Agricultura desclassifica 14 marcas de café torrado e determina recolhimento dos produtos; confira lista

Ministério da Agricultura desclassifica 14 marcas de café torrado e determina recolhimento dos produtos; confira lista
6

Brasil se torna maior exportador mundial de algodão pela primeira vez

Brasil se torna maior exportador mundial de algodão pela primeira vez

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas