Economia

Carne bovina: produção bate recorde em 2023, diz CEPEA

Volume de carne bovina superou o recorde anterior de 2019, que era de aproximadamente 8,2 milhões de toneladas. Maioria da produção ficou no país

1 minuto de leitura

24/02/2024

Por: Da Redação

Frigorífico de carne bovina
Foto: Adobe Stock

A produção de carne bovina no Brasil bateu recorde em 2023. É o que indica o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) a partir de dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Segundo o órgão, o país produziu no ano passado 8,91 milhões de toneladas de carne bovina.

O número é 11,2% maior do que em 2022 e 8,6% acima do que foi feito em 2019, que até então era o recorde da produção brasileira. No entanto, a produtividade média ficou abaixo em relação aos últimos dois anos. Segundo a entidade, na faixa de 262,97 quilos por animal, ou seja, 17,5 arrobas, 1,7% menor do que em 2022, e 2,7% abaixo em relação a 2021.

Para os pesquisadores do Cepea, o motivo dessa produtividade são questões conjunturais. “Refletem a combinação de estiagem em muitas regiões produtoras com certa desaceleração dos confinamentos diante dos preços altos dos grãos”, explicou em nota. 

Quando se trata de exportação da carne, a ampliação da oferta externa foi pequena, cerca de 22,8 mil toneladas a mais do que no ano retrasado. Um total de 2,29 milhões de toneladas exportadas em 2023. A maior parte das 900 mil toneladas a mais de 2023 ficou no país, o que pressionou os preços para baixo no decorrer do ano passado. 

“Ao longo de 2023, o Indicador do Boi Gordo CEPEA/B3 recuou 12%, e a carcaça casada de boi no atacado da Grande São Paulo se desvalorizou 9%”, disse a instituição. 

Os dados de abate do IBGE ainda são preliminares, mas se estima que o total de cabeças abatidas foi de 33,9 milhões. Em comparação a 2022, a alta foi de 13,2%. O recorde é de 2013, quando se abateram 34,4 milhões de bovinos. 

Na avaliação do Cepea, o que “chama atenção” é a porcentagem de fêmeas nos abates. Entre vacas e novilhas, elas representaram 40% do total de animais abatidos em vários meses de 2023, sendo que em março do ano passado chegaram a 49%. 

A explicação dada pela entidade é de que muitos pecuaristas estão “desanimados com os preços dos bezerros”, ou seja, a necessidade de matrizes diminuiu. No caso específico de abates de novilhas, o motivo apontado é o aumento da demanda vinda da China por bovinos jovens, independentes de serem machos ou fêmeas. 

Bom Dia Agro

Newsletter

X
Carregando...

Seu e-mail foi cadastrado!

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Bem-vindo (a) ao Bom dia, Agro!

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Mantenha-se conectado!

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Economia

1

O Brasil já é autossuficiente na produção de cacau ou precisamos importar? 

O Brasil já é autossuficiente na produção de cacau ou precisamos importar? 
2

Atemoia: fruta exótica e doce conquistou o mercado internacional

Atemoia: fruta exótica e doce conquistou o mercado internacional
3

Cacau atinge preço histórico e ultrapassa U$ 10 mil a tonelada; até quando os produtores vão lucrar? 

Cacau atinge preço histórico e ultrapassa U$ 10 mil a tonelada; até quando os produtores vão lucrar? 
4

Desafios no cacau: produtores cobram políticas de apoio e incentivo 

Desafios no cacau: produtores cobram políticas de apoio e incentivo 
5

Produtos especiais brasileiros conquistam mercado mexicano

Produtos especiais brasileiros conquistam mercado mexicano
6

Aluguel e arrendamento de pasto: um guia completo para os produtores rurais

Aluguel e arrendamento de pasto: um guia completo para os produtores rurais

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas