Agropolítica

Auditores agropecuários recusam proposta de reajuste salarial e mantêm mobilização

Nova proposta previa reajuste de 23% e foi apresentada em assembleia geral

1 minuto de leitura

05/03/2024

Por: Da Redação

Auditor agropecuário em porto
Foto: Anffa Sindical/Divulgação

Os auditores fiscais federais agropecuários recusaram a nova proposta de reajuste salarial apresentada pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos. O reajuste sugerido pela pasta era de um aumento de 23%, sendo parte em 2025 e o restante em 2026.

A proposta foi analisada em assembleia geral feita de forma online e terminou com uma rejeição de 98% dos auditores. As votações começaram na segunda-feira, 04, e terminaram na tarde desta terça, 05. 

Com o resultado, a mobilização dos auditores agropecuários ainda não tem data para acabar. Segundo o presidente do Anffa Sindical (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários), Janus Pablo, os próximos passos ainda serão discutidos. “Nós vamos ter amanhã uma reunião do Comando Nacional de Mobilização para decidir sobre os novos encaminhamentos. Sem previsão de data com o MGI”, disse ao Agro Estadão.

As atividades de vigilância em portos, aeroportos, frigoríficos e as análises laboratoriais continuam acontecendo. Neste período, os auditores deixam de cumprir horas extras não remuneradas, ou seja, atuam estritamente dentro de suas jornadas oficiais de trabalho. Em fevereiro, a ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal) disse que a mobilização já estava afetando as atividades de exportação do país.

Em nota, o ministério da Gestão disse “que não comenta processos de negociação dentro das mesas setoriais e específicas”. O Agro Estadão também procurou a pasta da Agricultura, mas até o momento da publicação desta reportagem não teve retorno.

Bom Dia Agro

Newsletter

X
Carregando...

Seu e-mail foi cadastrado!

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Bem-vindo (a) ao Bom dia, Agro!

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Mantenha-se conectado!

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Agropolítica

1

CMN autoriza prorrogação de dívidas que vencem em 2024

CMN autoriza prorrogação de dívidas que vencem em 2024
2

Terras indígenas: entenda decisão do STF que suspende demarcação no oeste do Paraná e destrava ações judiciais de reintegração de posse

Terras indígenas: entenda decisão do STF que suspende demarcação no oeste do Paraná e destrava ações judiciais de reintegração de posse
3

Vice-presidente Alckmin quer agilidade na aprovação dos “combustíveis do futuro”

Vice-presidente Alckmin quer agilidade na aprovação dos “combustíveis do futuro”
4

Terras indígenas: entidades do agronegócio reagem à tentativa do governo de derrubar marco temporal

Terras indígenas: entidades do agronegócio reagem à tentativa do governo de derrubar marco temporal
5

Gripe aviária: Ministério da Agricultura confirma novo foco da doença

Gripe aviária: Ministério da Agricultura confirma novo foco da doença
6

Lei dos Agrotóxicos é prioridade na Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura

Lei dos Agrotóxicos é prioridade na Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas