AJUDA AO RS

Entidades do agronegócio fazem campanhas para ajudar o povo gaúcho. Saiba como participar!

Summit Agro

O que é ecossistema e quais são os principais no Brasil?

Descubra mais sobre os ecossistemas brasileiros e as características de cada um deles

5 minutos de leitura

12/07/2023 | 10:00

O Brasil é um país de dimensões continentais e com cenários tão diferentes que remetem aos lugares mais distantes do mundo. De florestas exuberantes a campos abertos que se estendem até a linha do horizonte, cada um desses locais conta com características únicas de fauna, flora e de clima. Descubra o tamanho da riqueza dos ecossistemas brasileiros e a importância da conservação das matas nativas.

O que é um ecossistema?

Ecossistema é o termo usado na biologia para descrever o conjunto de elementos físicos, químicos e biológicos que caracterizam uma localidade. Assim, podemos pensar no ecossistema como um agrupamento de organismos vivos em um ambiente, e a influência das características geográficas e naturais nesses locais.

Um ecossistema é formado por elementos bióticos, ou seja, os seres vivos da região, sejam plantas, sejam insetos, sejam micróbios, sejam animais, e por elementos abióticos, como o solo, a chuva, os nutrientes e a temperatura.

Floresta amazônica contém a maior quantidade de água potável do planeta. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

Os ecossistemas podem ser terrestres (compreendendo florestas, desertos, pradarias, montanhas e outros elementos) ou aquáticos (lagos, rios, mangues e oceanos). Um ecossistema não tem tamanho definido. Dessa maneira, um lago em uma floresta que tenha elementos vivos e características naturais próprias pode ser definido e estudado como um ecossistema. 

Porém, quando os ecossistemas terrestres apresentam características como vegetação e temperatura em comum, eles são chamados de biomas. No Brasil, os principais ecossistemas são:

  • Amazônica;
  • Caatinga;
  • Cerrado;
  • Mata Atlântica;
  • Mata dos Cocais;
  • Pantanal;
  • Mata das Araucárias;
  • Mangue;
  • Pampa.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), eles podem ser reunidos em seis biomas principais que representam as características mais marcantes da fauna, flora e climáticas de algumas regiões do País: a Amazônia, a Caatinga, o Cerrado, o Pantanal, a Mata Atlântica e o Pampa. Descubra mais sobre cada um deles a seguir.

Floresta amazônica

Localizada principalmente na Região Norte do País, a floresta amazônica é conhecida por sua vasta biodiversidade. Ela abrange nove Estados brasileiros, e abriga uma rica variedade de espécies animais, como a onça-pintada, o boto-cor-de-rosa e o macaco-aranha, e algumas aves exóticas. Além disso, ainda é a casa de muitos povos originários do Brasil.

Sua vegetação densa e exuberante é composta de árvores gigantes, como a castanheira e a seringueira, e uma ampla gama de plantas medicinais e frutíferas. O ecossistema amazônico detém a maior bacia hidrográfica do mundo, com cerca de 20% da água potável disponível. O clima é quente e úmido, com temperatura média de 26°C e pluviosidade que pode variar de 2,3 mil milímetros a 3,5 mil milímetros por ano.

Caatinga

A Caatinga ocorre principalmente nos Estados do Nordeste brasileiro. Esse ecossistema é caracterizado por sua adaptação às condições áridas, com temperaturas variando entre 25°C e 30°C e pluviosidade entre 300 milímetros e 800 milímetros por ano. 

O solo é, majoritariamente, raso e pedregoso, dificultando a agricultura. As vegetações são de plantas arbustivas de caule fino e emaranhados. Além disso, há uma grande variedade de árvores e arbustos espinhosos, como o xique-xique e a catingueira, e de uma rica diversidade de cactos e bromélias.

A caatinga é um ecossistema exclusivo do Brasil que abriga mais de 1,2 mil espécies de animais, entre eles o tatu-bola, o mocó, o gavião-real e o carcará. Mais de 60% da sua área é suscetível à desertificação e se estima que pouco mais de 40% já tenha sido desmatado.

Solo característico da caatinga. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

Cerrado

O cerrado é outro importante bioma brasileiro, que cobre cerca de 22% do território nacional. Presente principalmente nos Estados do Centro-Oeste, com extensões em partes dos Estados do Maranhão, Tocantins, Bahia e Minas Gerais, o Cerrado é caracterizado pelo clima quente e períodos de seca e de chuva bem delimitados. A temperatura média varia entre 20°C e 26°C e a umidade do ar é baixa.

Abriga animais adaptados às condições sazonais, como o lobo-guará, o tamanduá-bandeira, o tatu-canastra e a ema, além de uma diversidade de aves e insetos. Sua vegetação é similar à das savanas africanas, marcada por árvores com troncos retorcidos, como o pequi e o ipê, e extensas áreas de campo e cerradões.

Mata Atlântica

A Mata Atlântica se estende ao longo da costa brasileira, abrangendo partes dos Estados do Nordeste, Sudeste e Sul. Esse ecossistema é reconhecido como uma das florestas mais ricas em biodiversidade do mundo, porém é altamente ameaçado e abriga mais de 145 milhões de habitantes. Seus solos são rasos e, em conjunto com um clima tropical úmido, podem sofrer enchentes e deslizamentos, principalmente em áreas com habitações irregulares.

A Mata Atlântica abriga espécies ameaçadas de extinção, como o mico-leão-dourado e o papagaio-de-peito-roxo, e uma grande diversidade de aves. Sua vegetação é bastante diversificada, com mais de 20 mil espécies de plantas catalogadas, entre elas palmeiras, bromélias, orquídeas e árvores icônicas, como o pau-brasil e o jacarandá.

Mata Atlântica tem uma das maiores biodiversidades do mundo. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

Pantanal

Localizado nos Estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, o Pantanal é considerado uma das maiores áreas úmidas do mundo, mas ocupa apenas 2% do território brasileiro. Esse ecossistema tem temperaturas elevadas, variando entre 25°C e 40°C e abriga uma diversidade impressionante de animais, como a onça-pintada, o  tucano, o jacaré, a arara-azul e a ave tuiuiú.

Sua vegetação varia desde áreas alagadas até cerrados e matas ciliares, com destaque para as vitórias-régias e as vegetações rasteiras.

Pampa

Localizado no Estado do Rio Grande do Sul, os pampas ou campos sulinos são caracterizados por estações bem definidas, com temperaturas que variam entre 13°C e 17°C. Sua vegetação é marcada pelas plantas rasteiras e herbáceas em grandes campos limpos, e outras partes com presença de árvores maiores e arbustos. As características naturais da região a tornaram muito interessante para o desenvolvimento da pecuária.


Fonte: Embrapa, IBGE, Potencial Biótico

Bom Dia Agro
X
Carregando...

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Summit Agro

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas