AJUDA AO RS

Entidades do agronegócio fazem campanhas para ajudar o povo gaúcho. Saiba como participar!

Summit Agro

O que é biodiesel?

Conheça as vantagens e as desvantagens do biodiesel e o potencial brasileiro no setor

4 minutos de leitura

18/04/2023 | 10:00

Em um cenário de aumentos consecutivos do preço dos combustíveis derivados de carbono, o biodiesel ganha novamente atenção no mercado. Mas será que o produto pode mesmo ser a solução para um mundo dependente do petróleo? Confira mais sobre o biodiesel.

Indústria de produção de biodiesel gera empregos, subprodutos e tecnologias para utilização nacional. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

O que é e como é produzido o biodiesel?

O biodiesel é um combustível produzido com óleo vegetal ou gordura animal, portanto é biodegradável e renovável. Ter a biomassa (matéria orgânica de origem vegetal ou animal) como matéria-prima faz que o biodiesel seja considerado um combustível limpo e orgânico.

Para ser produzida, a biomassa passa por um processo com adição de etanol (normalmente proveniente da cana-de-açúcar) ou de metanol (sintetizado da biomassa de madeiras). Essa mistura é estimulada e reage por meio do uso de catalisadores, resultando em óleo e glicerina que pode ser utilizada para a fabricação de sabonetes.

Na forma final, o biodiesel pode ser usado para substituir combustíveis fósseis total ou parcialmente. Além disso, é aplicado em motores de combustão interna por compressão e para a geração de energia elétrica.

O biodiesel é conhecido desde a origem do diesel comum. O criador, Rudolf Diesel, desenvolveu também um combustível à base de óleo de amendoim, porém os interesses da indústria petroleira atrasaram o desenvolvimento da tecnologia. O produto alternativo voltou a ser estudado a partir da década de 1970, quando houve a primeira crise internacional do petróleo.

Quais são as vantagens do biodiesel?

O biodiesel apresenta uma série de vantagens sobre os combustíveis derivados de fósseis, principalmente na questão ambiental. Ele é menos poluente do que o convencional e a queima emite 80% menos dióxido de carbono (CO2) do que o diesel. Além disso, não libera carbono negro (fumaça escura comum em veículos a diesel) nem óxidos de nitrogênio e aerossóis primários, que são extremamente danosos à saúde.

Biodiesel pode ser produzido com diversas matérias-primas. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o balanço de emissões de carbono entre a produção do biodiesel e a queima dele é próximo de zero. Isso significa que praticamente todo o carbono emitido na queima do biodiesel é reabsorvido por plantas que geram óleo vegetal e alimentam animais, realimentando o ciclo de produção. O biodiesel também produz 32% menos material particulado total (MPT) do que os derivados de petróleo.

O biodiesel ainda apresenta muitos benefícios para toda a cadeia produtiva, inclusive ao agronegócio, sendo ótimo lubrificante que aumenta a vida útil de motores. Veículos que utilizam diesel não precisam fazer modificações para usar o biodiesel B20 (que utiliza 20% de biodiesel e 80% do convencional). É de fácil transporte e armazenamento — para explodir, é necessário que exista uma fonte de calor superior a 150°C.

A cadeia produtiva do biodiesel gera muitos empregos, de baixa a alta complexidade, bem como subprodutos que podem ser utilizados em várias outras indústrias. Em um país dependente do modal rodoviário para o transporte de cargas e pessoas como é o Brasil, a expansão do uso do biodiesel pode gerar uma verdadeira revolução verde.

Quais são as desvantagens do biodiesel?

Por enquanto, o biodiesel tem no custo de produção a principal desvantagem. Como é feito em menor escala, ainda não recupera o valor pelo volume, mas com maior investimento na área a tendência é que a situação mude.

Apesar da grande importância ambiental do biodiesel, a produção mal planejada pode ser prejudicial ao meio ambiente. Existem relações entre o aumento de desmatamento de áreas florestais e o crescimento da produção de biodiesel de oleaginosas no Brasil e na China. É fundamental que não se desmate para produzir o biodiesel.

Potencial brasileiro

Devido à grande vocação para a atividade agrícola, o Brasil tem potencial gigantesco para a produção de biodiesel. Atualmente, o País é o segundo maior produtor do mundo, entregando cerca de 65 mil barris por dia, aproximadamente 4 bilhões de litros por ano, segundo relatório do Ministério das Minas e Energia.

No País, 85% do biodiesel brasileiro é fabricado da soja, que é o maior produto agrícola nacional. O combustível também pode ser gerado de resíduos gordurosos de baixo custo do abate animal, método que reduz o impacto ambiental do descarte incorreto desses materiais. Outros produtos comumente utilizados para a fabricação de biodiesel no Brasil são óleo de dendê (palma), de mamona e de algodão.

No que o biodiesel é utilizado em fazendas?

No agronegócio, o biodiesel pode ser utilizado como substituto em todas as atividades que utilizam diesel, como combustível de máquinas agrícolas e veículos pesados, além de geração de energia elétrica.

Fonte: Embrapa, Biodiesel BR, Embrapa, Ecycle, Aprobio

Bom Dia Agro
X
Carregando...

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Summit Agro

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas