AJUDA AO RS

Entidades do agronegócio fazem campanhas para ajudar o povo gaúcho. Saiba como participar!

Cotações

Preços em alta recorde do cacau devem ‘destruir’ demanda estável, diz S&P

Na última semana, o contrato mais líquido do cacau estabeleceu um novo recorde de US$ 9.843 por tonelada, fazendo com que os futuros de cacau subissem 135% no acumulado do ano

45 segundos de leitura

02/04/2024 | 10:05

Por: Broadcast Agro

cacau no pé
Foto: Adobe Stock

Nova York, 1 – Os futuros do cacau em alta recorde podem ter atingido um ponto em que os preços estão tão elevados que podem não sustentar uma demanda estável, disse Sergey Chetvertakov, da S&P Global Commodity Insights. “Com a situação de oferta permanecendo tensa, o mercado se prepara para uma fase de “destruição da demanda” para conter novas escaladas de preços”, afirmou em nota. “A divulgação de dados de moagem em abril deverá ser um indicador crítico da dinâmica do mercado”, acrescentou.

Na última semana, o contrato mais líquido do cacau estabeleceu um novo recorde de US$ 9.843 por tonelada, fazendo com que os futuros de cacau subissem 135% no acumulado do ano.

A alta é baseada nas condições climáticas severas e problemas de doenças que afetam as colheitas na África Ocidental. Fonte: Dow Jones Newswires

Bom Dia Agro
X
Carregando...

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Cotações

1

Marcos Fava Neves alerta quais os 5 pontos para ficar de olho no mercado agrícola em junho

Marcos Fava Neves alerta quais os 5 pontos para ficar de olho no mercado agrícola em junho
2

Soja e milho: preços voltam a subir no Brasil 

Soja e milho: preços voltam a subir no Brasil 
3

Importação chinesa de milho sobe 17,6% em abril e a de trigo avança 15,7%

Importação chinesa de milho sobe 17,6% em abril e a de trigo avança 15,7%
4

Centro-Sul processa 34,575 milhões de t de cana na 2ª quinzena do mês, diz Unica

Centro-Sul processa 34,575 milhões de t de cana na 2ª quinzena do mês, diz Unica
5

Preço da batata cai no atacado pelo segundo mês seguido em abril, mostra Conab

Preço da batata cai no atacado pelo segundo mês seguido em abril, mostra Conab
6

Preços do algodão oscilam e negociações estão travadas

Preços do algodão oscilam e negociações estão travadas

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas