AJUDA AO RS

Entidades do agronegócio fazem campanhas para ajudar o povo gaúcho. Saiba como participar!

Summit Agro

Conheça como são aplicados os 5 principais agrotóxicos no Brasil

O Brasil é campeão mundial no uso de agrotóxico e utiliza produtos que foram banidos nos Estados Unidos e na União Europeia

2 minutos de leitura

16/12/2021 | 15:00

O Brasil consome mais de um milhão de toneladas de agrotóxicos por ano, sendo o maior consumidor global do insumo em termos absolutos desde 2008, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

No País, produtos que foram banidos na União Europeia e Estados Unidos ainda têm autorização para aplicação nas lavouras, o que gera uma preocupação extra em relação à saúde humana, dos animais e à preservação do meio ambiente.

Nesse contexto, conhecer como são aplicados os principais agrotóxicos no Brasil pode ajudar consumidores e produtores rurais a aumentarem a consciência sobre seus perigos e buscar alternativas mais sustentáveis e rentáveis para o campo. Veja quais são os produtos mais vendidos no País.

1. Glifosato

Na soja transgênica, glifosato pode ser aplicado em qualquer etapa do ciclo de produção. (Fonte: Leonid Eremeychuk/Shutterstock)

O glifosato é o agrotóxico mais vendido no Brasil e no mundo. O herbicida é utilizado para eliminar as plantas daninhas antes do início da safra, sendo capaz de controlar mais de 150 espécies.

Seu uso foi popularizado na agricultura brasileira a partir da introdução da soja transgênica, resistente à substância. Sua utilização no País é autorizada também nas lavouras de outros grãos e cereais, frutas e pastagem. Devido a estudos que relacionam o glifosato ao câncer, o produto está banido na Alemanha e Áustria.

2. 2,4-D

O 2,4-D é um herbicida aplicado para aumentar a eficiência na aplicação contra plantas daninhas que desenvolveram resistência ao glifosato, como a buva, espécie que atinge os cultivos de soja e do feijão. No Brasil, o agrotóxico pode ser utilizado em diversos cultivos de grãos e cereais, cana-de-açúcar, eucalipto e pastagem. Nos EUA e na União Europeia seu uso é restrito ao trigo, cevada, aveia, centeio e triticale.

3. Mancozeb

Ferrugem asiática, controlada pelo Mancozeb, pode provocar perda total na lavoura de soja. (Fonte: AphakomFuengtee/Shutterstock)

O fungicida mais antigo do mercado, o Mancozeb começou a ser utilizado na década de 1940. Ele consegue controlar a ferrugem asiática, doença que atinge as lavouras de soja e já causou prejuízos bilionários aos produtores rurais. Misturado a produtos mais modernos — para garantir a sua eficácia — pode ser usado no Brasil em plantações de frutas, verduras, grãos, cereais, fumo, flores, eucalipto e cana-de-açúcar.

4. Acefato

O acefato é um inseticida considerado “coringa” pelos agrônomos, pois é capaz de eliminar diversas espécies de pragas, além de melhorar a eficiência de outros agrotóxicos. O produto foi banido da União Europeia devido ao risco de morte de aves e espécies marinhas.

Na agricultura brasileira, é bastante utilizado contra o percevejo, inseto que afeta as culturas de grãos, e o bicudo-do-algodoeiro, uma das principais pragas do algodão, mas também pode ser aplicada em cultivos de frutas e verduras. 

5. Atrazina

Mais barata que o 2,4-D, a atrazina também é utilizada para controlar plantas daninhas resistentes ao glifosato. O registro no Brasil permite a aplicação em plantações de abacaxi, cana-de-açúcar, milho, milheto, pinus, seringueira, sisal e sorgo. Na União Europeia, o agrotóxico é proibido devido à preocupação com a possível contaminação dos lençóis freáticos e os impactos na reprodução de sapos.

Fonte: Instituto Nacional de Câncer (Inca), Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Associação Brasileira de Defensivos Pós-Patente (Aenda), Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Bom Dia Agro
X
Carregando...

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Summit Agro

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas