AJUDA AO RS

Entidades do agronegócio fazem campanhas para ajudar o povo gaúcho. Saiba como participar!

Economia

Apesar de cenário duvidoso, setor comemora Show Rural Coopavel

Secretário de agricultura do Paraná avalia Show Rural Coopavel positivamente diante do cenário duvidoso de 2024

2 minutos de leitura

11/02/2024 | 18:41

Por: Daumildo Júnior | daumildo.junior@estadao.com

Feira com expositores no Show Rural Coopavel
Valor negociado na feira superou R$ 6 bilhões. Foto: Show Rural Coopavel/Divulgação

A edição deste ano do Show Rural Coopavel, finalizado no sábado, 09, em Cascavel (PR), “frustrou as expectativas pessimistas”, segundo o secretário de Agricultura e do Abastecimento do Paraná, Norberto Ortigara. 

“[Este é] um ano desafiador, mas o Show Rural, foi um belo de um evento, um grandioso evento. Batendo recorde de público, fechando as contas com um sinal de grandes negócios e um dinamismo ímpar”, afirmou o secretário ao Agro Estadão.

Ortigara entende que este ano reúne um cenário de preocupação para os produtores paranaenses. Segundo ele, há um “grande volume de safra se perdendo” e “combinado com preços ruins para a agricultura”. Por isso, os resultados do evento são comemorados pelo Executivo do Paraná.

A 36º edição do Show Rural Coopavel alcançou R$ 6,1 bilhões em negociações de máquinas, tecnologias, implementos e insumos agrícolas. Além disso, mais de 391 mil pessoas visitaram o espaço, que contou com 600 expositores de diferentes tipos, como startups, empresas agrícolas e de maquinário, organizações e órgãos públicos. Em 2025, o Show Rural acontecerá de 10 a 14 de fevereiro.

Incertezas também para empresas de matérias-primas agrícolas

Parte desses números vem de empresas de insumos. A expectativa segundo o diretor de Negócios Sul de Soluções para Agricultura da BASF, Cássio Kirchner, é de vender mais fungicidas em comparação a outros tipos de defensivos.

“No Sul, temos uma demanda maior de fungicida neste ano. De maneira geral, o que mais comercializamos são fungicidas e herbicidas”, explicou o diretor.

Ele também comentou que as incertezas na produção podem acabar repercutindo nas vendas de insumos. De acordo com ele, o que se observa é uma venda por “mercado spot”, ou seja, de acordo com a demanda do momento, “conforme a necessidade”. 

Paraná pede adiamento de dívidas do crédito rural

Sobre as medidas de apoio, o secretário de agricultura disse que o governo estadual tem “capacidade limitada”. Ele lembrou que as medidas de socorro mais eficazes devem ser tomadas pelo governo federal.

“Temos discutido com Brasília, a quem compete a política agrícola, medidas. Ver o drama [dos produtores] e trabalhar os mecanismos que nós temos, especialmente do crédito rural para entender o quadro e postergar as parcelas de investimento, que foram pesadas nos últimos anos e que muita gente terá muita dificuldade em pagar dado esse nível de preço baixo que estamos sofrendo”, completou Ortigara.

Bom Dia Agro
X
Carregando...

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Economia

1

Cumaru: o que é, usos e como plantar a baunilha brasileira

Cumaru: o que é, usos e como plantar a baunilha brasileira
2

OCB vê retrocessos em regulamentação da Reforma Tributária e alerta para bitributação de produtor rural

OCB vê retrocessos em regulamentação da Reforma Tributária e alerta para bitributação de produtor rural
3

Ciclo pecuário do Nelore: produção brasileira de alta qualidade 

Ciclo pecuário do Nelore: produção brasileira de alta qualidade 
4

Gangrena gasosa pode matar bovino em 48 horas 

Gangrena gasosa pode matar bovino em 48 horas 
5

Ministério da Agricultura desclassifica 14 marcas de café torrado e determina recolhimento dos produtos; confira lista

Ministério da Agricultura desclassifica 14 marcas de café torrado e determina recolhimento dos produtos; confira lista
6

Brasil se torna maior exportador mundial de algodão pela primeira vez

Brasil se torna maior exportador mundial de algodão pela primeira vez

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas