AJUDA AO RS

Entidades do agronegócio fazem campanhas para ajudar o povo gaúcho. Saiba como participar!

Cotações

Junho termina com comercialização de commodities impactada por variação cambial

Soja sobe sob influência do dólar; milho despenca com avanço da segunda safra

1 minuto de leitura

01/07/2024 | 12:13

Por: Rafael Bruno

colheita de soja
Foto: Adobe Stock

Com a valorização da moeda norte-americana nas últimas semanas, a soja chegou ao fim de junho com alta no mercado interno. Conforme acompanhamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), a saca de 60 kg da oleaginosa encerrou mês cotada a R$ 139,94, um avanço mensal de 1,56%.

Apesar do incremento nas cotações, os aumentos domésticos foram limitados pelas expectativas de estoques nacionais elevados. De acordo com pesquisadores do Cepea, poucos são os agentes ativos no spot, uma vez que parte dos consumidores se mostra abastecida para o médio prazo e muitos produtores – atentos à valorização do dólar frente ao real – têm evitado comercializar grandes volumes.

Milho registra queda após avanço da segunda safra

Já no caso do milho, nem mesmo a valorização do dólar foi suficiente para conter os recuos no spot e o mês de junho terminou com uma considerável desvalorização do grão (-3,61%), com a saca de 60kg comercializada a R$ 57,22, segundo o Indicador Esalq/BM&FBovespa.

Levantamento do Cepea revela que os preços do milho estão em queda na maior parte das regiões acompanhadas pelo centro de estudos. Entre as razões para o movimento de baixa, destaque para a colheita da segunda safra em ritmo mais adiantado neste ano, o que tem elevado a oferta do cereal em muitas praças, como Paraná e Mato Grosso.

Ainda de acordo com pesquisadores do Cepea, parte dos produtores está mais flexível nas negociações de novos lotes, mas demandantes limitam as compras, priorizando o recebimento do milho já adquirido antecipadamente. Além disso, a disponibilidade global na atual temporada está elevada – tendo em vista as maiores produções nos Estados Unidos e na Argentina.

Bom Dia Agro
X
Carregando...

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Cotações

1

Dólar cotado a R$ 5,51 acende alerta no agro

Dólar cotado a R$ 5,51 acende alerta no agro
2

Cepea: preço do leite sobe pelo 6º mês seguido e confirma tendência de alta

Cepea: preço do leite sobe pelo 6º mês seguido e confirma tendência de alta
3

Soja e derivados seguem sob pressão em Chicago diante da melhora das lavouras

Soja e derivados seguem sob pressão em Chicago diante da melhora das lavouras
4

Citrus: alta nos preços da laranja persiste, apesar de queda na demanda

Citrus: alta nos preços da laranja persiste, apesar de queda na demanda
5

Açúcar e etanol: alta do dólar eleva preços no mercado interno

Açúcar e etanol: alta do dólar eleva preços no mercado interno
6

Soja/Cepea: demanda firme e alta do dólar aquecem negociações

Soja/Cepea: demanda firme e alta do dólar aquecem negociações

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas