AJUDA AO RS

Entidades do agronegócio fazem campanhas para ajudar o povo gaúcho. Saiba como participar!

Cotações

Importação chinesa de milho sobe 17,6% em abril e a de trigo avança 15,7%

As importações chinesas de milho somaram 1,18 milhão de toneladas em abril de 2024, crescimento de 17,6% em um ano

3 minutos de leitura

20/05/2024 | 11:34

Por: Broadcast Agro

grãos de milho
Foto: Adobe Stock

São Paulo, 20 – As importações chinesas de milho somaram 1,18 milhão de toneladas em abril de 2024, recuo de 31% ante março passado, mas avanço de 17,6% na comparação com abril de 2023, de acordo com dados divulgados no sábado, 18, pelo Departamento de Alfândegas da China (Gacc, na sigla em inglês). Em termos de valores, as importações de milho no período totalizaram US$ 317,45 milhões. Nos quatro primeiros meses do ano, a China importou 9,08 milhões de toneladas do cereal, aumento de 6,5% na comparação anual.

Segundo a Gacc, a China importou 8,57 milhões de toneladas de soja no quarto mês do ano, alta de 54,7% ante o mês anterior e de 20,2% ante igual período de 2023. No total, as importações de soja no período totalizaram US$ 4,38 bilhões. No acumulado do ano, até abril, as importações somaram 27,15 milhões de toneladas, perda de 2,9% em comparação com o volume do ano anterior.

Em relação ao derivado da oleaginosa, os chineses importaram 20 mil toneladas de óleo de soja em abril, ganho de 21,9% ante abril do ano passado. Em termos de valores, no mês, as importações somaram US$ 16,516 milhões. Entre janeiro e abril, as importações somaram 70 mil toneladas, queda de 35,1% ante igual período de 2023.

As importações chinesas de trigo alcançaram 1,95 milhão de toneladas em abril, volume 9,55% superior a março deste ano e 15,7% maior que o registrado em abril de 2023. O valor corresponde a US$ 628,29 milhões. Nos quatro primeiros meses do ano, as importações somaram 6,24 milhões de toneladas, alta de 3,4% ante igual período do ano passado.

A China importou 340 mil toneladas de algodão em abril, baixa de 15% ante março, mas alta de 309% diante de igual mês de 2023. No acumulado do ano até abril, o volume exportado foi de 1,38 milhão, avanço de 262,3% ante o ano anterior.

As compras chinesas de óleo de palma atingiram 150 mil toneladas em abril de 2024, volume 6,25% menor do que o importado em março, e 34,4% abaixo de abril do ano passado. Nos quatro primeiros meses do ano, as importações somaram 700 mil toneladas, recuo de 43,3% ante um ano atrás.

De lácteos, 220 mil toneladas foram importadas pela China no quarto mês do ano, alta de 4,7% ante o terceiro mês, mas 10,3% abaixo do que foi registrado em abril do ano anterior. De janeiro a abril, as importações foram de 880 mil toneladas, queda de 14,3% na comparação anual.

As importações chinesas de açúcar somaram 50 mil toneladas em abril, alta ante as 10 mil toneladas de março, mas 27,5% abaixo do registrado em abril do ano anterior. Ainda assim, no acumulado do ano até abril, o volume subiu 23%, para 1,26 milhão de toneladas.

As compras de fertilizantes em abril foram de 950 mil toneladas, recuo de 27,5% ante março e de 13,7% ante abril do ano passado. Nos quatro primeiros meses do ano, as importações somaram 5,11 milhões de toneladas, avanço de 30,1% ante igual período do ano passado.

As importações chinesas de carne bovina totalizaram 220 mil toneladas em abril de 2024, recuo de 8,3% em comparação com março, mas avanço de 23% ante abril do ano anterior. No acumulado do ano, até então, foram reportadas compras de 1 milhão de toneladas, aumento de 21,7% em relação a 2023.

De carne suína, os chineses importaram 90 mil toneladas no quarto mês do ano, mesmo nível de março, mas 35,7% abaixo do registrado em abril do ano passado. Entre janeiro e abril, as importações tiveram queda de 48,4%, para 340 mil toneladas.

Bom Dia Agro
X
Carregando...

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Cotações

1

Marcos Fava Neves alerta quais os 5 pontos para ficar de olho no mercado agrícola em junho

Marcos Fava Neves alerta quais os 5 pontos para ficar de olho no mercado agrícola em junho
2

Soja e milho: preços voltam a subir no Brasil 

Soja e milho: preços voltam a subir no Brasil 
3

Citros: queda nas exportações deve seguir em safra 24/25

Citros: queda nas exportações deve seguir em safra 24/25
4

Boi, suíno e frango: preços de proteínas animais em queda

Boi, suíno e frango: preços de proteínas animais em queda
5

Soja: apesar de queda no fim de maio, preços são os mais altos do ano

Soja: apesar de queda no fim de maio, preços são os mais altos do ano
6

Clima seco no Vietnã evita queda no preço do café no Brasil

Clima seco no Vietnã evita queda no preço do café no Brasil

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas