AJUDA AO RS

Entidades do agronegócio fazem campanhas para ajudar o povo gaúcho. Saiba como participar!

Cotações

Boi, suíno e frango: preços de proteínas animais em queda

Oferta elevada e demanda enfraquecida explicam o movimento no mercado de proteínas animais verificado em maio

2 minutos de leitura

31/05/2024 | 12:26

Por: Sabrina Nascimento

diferentes cortes de carne bovina, suína e frangp
Foto: Adobe Stock

Os preços das proteínas animais têm apresentado uma tendência de queda no Brasil, refletindo uma série de fatores econômicos e cíclicos. Segundo pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), essa desvalorização observada no mercado de bovinos, suínos e aves é influenciada por variações na oferta e demanda, tanto no mercado interno quanto externo.

Pecuária bovina

Os preços do boi gordo seguem em queda. Este cenário é explicado pela maior oferta de animais no campo, em grande parte devido às boas condições das pastagens e ao fim da safra. Adicionalmente, está o tradicional efeito manada: temendo quedas ainda maiores nos preços, muitos produtores estão apressando a entrega de animais ao mercado.

No atacado, as cotações da carne bovina também estão em baixa. De acordo com o Cepea, os valores dependem do equilíbrio entre a capacidade de consumo dos brasileiros e o volume disponível no mercado. Embora as exportações de carne bovina estejam em ritmo crescente, evitando quedas mais acentuadas no mercado doméstico, a pressão sobre os preços continua presente devido à maior oferta interna.

Pecuária suína 

Assim, como na pecuária bovina, o movimento de desvalorização é verificado no mercado suíno. O preço do animal vivo caiu bastante no final de maio, especialmente em Minas Gerais. Segundo os pesquisadores do Cepea, essa pressão é resultado da oferta elevada e da demanda enfraquecida por proteínas animais. 

O feriado de Corpus Christi, na quinta, 30, contribuiu para o baixo movimento. É que com um menor número de dias úteis na semana, as escalas de abates nos frigoríficos reduziram e, com isso, as compras de novos lotes de animais diminuíram.

No mercado de carnes suínas, a fraca procura levou os frigoríficos a adotarem a estratégia de reduzir os preços para tentar impulsionar as vendas. “Essa medida visa ajustar o mercado frente à demanda reduzida”, explica o Cepea em nota. 

Mercado de aves

Os preços médios de quase todos os produtos de origem avícola monitorados pelo Cepea devem encerrar maio em níveis mais baixos do que os verificados em abril. A demanda enfraquecida por carne de frango durante a maior parte do mês foi o principal fator de pressão sobre os preços. Houve uma ligeira recuperação, apenas, na semana que antecedeu o Dia das Mães.

Entre os cortes e miúdos pesquisados, a tulipa congelada foi a que mais se desvalorizou, com uma queda significativa de 7,9% de abril para maio, no atacado da cidade de São Paulo. No entanto, o mercado de pintainho — frango jovem — de corte apresentou um comportamento diferente: a baixa oferta de animais e a demanda externa aquecida impulsionaram as cotações.

Siga o Agro Estadão no Google News e fique bem informado sobre as notícias do campo.

Bom Dia Agro
X
Carregando...

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Cotações

1

Marcos Fava Neves alerta quais os 5 pontos para ficar de olho no mercado agrícola em junho

Marcos Fava Neves alerta quais os 5 pontos para ficar de olho no mercado agrícola em junho
2

Soja e milho: preços voltam a subir no Brasil 

Soja e milho: preços voltam a subir no Brasil 
3

Citros: queda nas exportações deve seguir em safra 24/25

Citros: queda nas exportações deve seguir em safra 24/25
4

Boi, suíno e frango: preços de proteínas animais em queda

Boi, suíno e frango: preços de proteínas animais em queda
5

Soja: apesar de queda no fim de maio, preços são os mais altos do ano

Soja: apesar de queda no fim de maio, preços são os mais altos do ano
6

Clima seco no Vietnã evita queda no preço do café no Brasil

Clima seco no Vietnã evita queda no preço do café no Brasil

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas