AJUDA AO RS

Entidades do agronegócio fazem campanhas para ajudar o povo gaúcho. Saiba como participar!

Clima

Vem outono, vai El Niño: o que esperar para as lavouras com a estação que começa nesta quarta

Previsão é de que fenômeno climático deixe de atuar na metade do outono.

3 minutos de leitura

20/03/2024 | 07:00

Por: Daumildo Júnior | daumildo.junior@estadão.com

Ceu em tempo de outono
Foto: Adobe Stock

Os produtores da safrinha que plantaram na última semana ou que ainda não fizeram a semeadura podem ter problemas na safra com a chegada do outono. Os meteorologistas da Nottus apresentaram as perspectivas para a estação que começa nesta quarta, 20.  

O fenômeno El Niño ainda deve ser sentido até a metade da estação, mas a partir de maio dará lugar a neutralidade climática, que é quando não há ocorrência nem de El Niño e nem de La Niña. 

Antes de sair do cenário climático, o El Niño vai encerrar o período chuvoso mais cedo no Centro-Oeste, Sudeste, Paraná, Tocantins e Bahia. Isso pode prejudicar os produtores da safrinha que optaram por plantar mais tarde. 

O final desta semana e a próxima devem marcar a despedida das chuvas mais volumosas nessas partes do país. No entanto, as chuvas não param de uma hora para outra e essa redução nas precipitações vai ser gradual.

O alerta de um outono menos úmido serve para os plantios tardios de outras culturas de safrinha, como algodão e feijão. Já as lavouras de café do cerrado mineiro e de São Paulo também podem sentir os efeitos e diminuir a produtividade. 

“Quem se arriscou [a plantar em uma janela mais curta], infelizmente, não vai se dar bem”, analisou o meteorologista, Alexandre Nascimento. 

O tempo mais seco nessas regiões deve favorecer a ocorrência de queimadas. No entanto, o risco de onda de calor está praticamente descartado para a estação. 

Diferente do ano passado, no final de abril e início de maio devem acontecer os primeiros episódios de frio mais intensos, porém o risco de geadas é baixo. Tanto o outono como o inverno devem ter mais períodos de temperaturas baixas em relação a 2023.

“A neutralidade climática favorece que as frentes frias andem mais livremente pelo continente”, explicou a meteorologista Desirée Brandt. 

Confira como deve ficar o tempo nos próximos meses.

  • Abril: Goiás, Tocantins, Distrito Federal, Minas Gerais, Mato Grosso, Roraima, noroeste do Pará, nordeste do Amazonas devem ter chuvas abaixo da média para o período. Já na costa do Nordeste, Rondônia, sul e oeste do Amazonas, sul do Acre, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e em partes do Paraná, as chuvas devem ter acumulados acima da média. Nas outras áreas do país a previsão é de um clima dentro da normalidade para o período. 
  • Maio: O tempo seco e as chuvas perdem força em quase todo o país, ficando abaixo da média para maio. A exceção são os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, costa do Nordeste e do Pará, e o estado do Amapá, onde devem ter acumulados significativos.
  • Junho: A probabilidade de chuvas fica escassa em todo o país, exceto no Amapá e no norte e nordeste do Pará. O tempo firme e seco deve ser a tendência do mês de junho, que é marcado também pela chegada oficial do inverno no dia 21. Também nesse mês são esperados períodos de frio mais intenso para a região Sul e Sudeste, assim como em Julho.

La Niña deve começar no segundo semestre 

Segundo o último relatório do NOAA (sigla em inglês para Administração Nacional Oceânica e Atmosférica), a probabilidade da ocorrência do La Niña no próximo semestre de 2024 é maior que 80%. O fenômeno de resfriamento das águas do Oceano Pacífico deve começar em setembro e a intensidade prevista até o momento é de fraca a moderada. 

Apesar disso, os efeitos do La Niña só devem ser sentidos a partir do próximo verão. Com o El Niño encerrando as chuvas mais cedo e o La Niña retardando o início das precipitações, o período de estiagem deste ano tende a ser maior, o que pode impactar as safra 2024/2025.

Bom Dia Agro
X
Carregando...

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Clima

1

Inverno deve favorecer trigo e frutas de temporada

Inverno deve favorecer trigo e frutas de temporada
2

Cooperativa agrícola gaúcha é destruída por microexplosão 

Cooperativa agrícola gaúcha é destruída por microexplosão 
3

Temporais voltam ao Sul do país com acumulados de até 300mm

Temporais voltam ao Sul do país com acumulados de até 300mm
4

Temporais no Sul e tempo seco com risco de queimadas no Centro-Oeste

Temporais no Sul e tempo seco com risco de queimadas no Centro-Oeste
5

Julho começa com frio, mas clima esquenta durante a semana

Julho começa com frio, mas clima esquenta durante a semana
6

Frio e geada: veja o que esperar para o clima neste fim de semana

Frio e geada: veja o que esperar para o clima neste fim de semana

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas