Oferecimento:

Patrocinador
AJUDA AO RS

Entidades do agronegócio fazem campanhas para ajudar o povo gaúcho. Saiba como participar!

AGRISHOW 2024

Cachaça sustentável, minitomates e salada pronta: saiba o que a agricultura familiar levou para a Agrishow 2024

Produtos estiveram entre os destaques do estande do Sebrae-SP, que reúne, a cada dia de feira, 25 expositores diferentes

4 minutos de leitura

02/05/2024

Por: Igor Savenhago

Produção de cana para cachaça
Foto: Spinagro/Divulgação

Não há dúvidas de que as grandes máquinas são as vedetes da Agrishow, feira internacional de tecnologia agrícola que está sendo realizada em Ribeirão Preto (SP), até esta sexta-feira (3). Mas não são só elas que chamam a atenção. O visitante mais atento descobre curiosidades capazes de deixá-lo boquiaberto. Literalmente.

O estande do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas (Sebrae-SP) é um desses recantos, onde é possível encontrar iguarias como cachaça sustentável, minitomates, salada viva, entre outras. 

A cachaça é produzida em Batatais, pela empresa Spinagro, gerida por Laura Vicentini e pelo marido, Rodrigo Spina. Em 2017, eles começaram a produzir mudas pré-brotadas de cana, que só aproveita as gemas no processo e descarta os toletes. Como são adeptos da economia circular, decidiram, em 2020, destinar o que antes era visto como resíduo em matéria-prima para a fabricação de cachaça. 

No ano seguinte, eles envasaram a primeira safra da “Sô Zé”, cachaça feita com toletes que recebeu o nome do avô de Rodrigo, José Augusto Tomazella, falecido em 2008. “E acredita que ele nunca bebeu cachaça? Mas era uma pessoa muito preocupada com a preservação ambiental. Plantou matas em torno da propriedade muito antes de se falar em sustentabilidade”, conta Laura. 

Ela explica que apenas a parte mais nobre da cachaça, com maior teor alcoólico, é aproveitada. O que sobra é destinado à produção de etanol, que movimenta a frota da empresa. Já o bagaço e a vinhaça se juntam à cama de frango proveniente de nove aviários existentes na propriedade – a mesma em que José Augusto morava e que foi herdada pela mãe de Rodrigo, Eliana –, para virar adubo, que é usado na produção de 4,5 milhões de mudas de cana, fechando o ciclo. Tudo isso em 15 hectares. 

O casal extraiu, na safra anterior, 60 mil litros da cachaça, que não é vendida no Brasil. É exclusiva para exportação, para os Estados Unidos e países da Europa, como Áustria, Bélgica, Alemanha e Portugal. Para a atual temporada, a expectativa é dobrar a capacidade. Laura explica que um dos motivos para o envio ao exterior é a facilidade de aceitação do produto lá fora, justamente por causa da proposta sustentável.

Minitomate premiado

Boa aceitação tem sentido também a Suzane Pereira, que produz tomates específicos para coquetéis com o pai, Renato Pereira, em Vargem Grande do Sul (SP). Eles aproveitaram o convite do Sebrae para a Agrishow 2024 e decidiram fazer o lançamento de uma marca para o produto, que antes era vendido a granel e agora é oferecido em embalagens de 400 gramas. 

A Thomas Happy nasceu com a ideia de oferecer uma variedade mais adocicada e durável. Dentro da embalagem, os frutos, que vêm em cachos, se mantêm frescos por até dez dias, em temperatura ambiente, e até 15 dias na geladeira. Pai e filha produzem o minitomate há oito anos, com sementes importadas do Chile. Da área de dez mil metros quadrados, saem 15 toneladas por mês. Formada em Química, Suzane explica que o pai era produtor de batata, mas resolveu migrar a partir da possibilidade de comercializar o minitomate para um comprador inicialmente. Aos poucos, foram ganhando espaço. E, com a definição da marca, querem agregar valor. No ano passado, a embalagem da Thomas Happy faturou o prêmio Recall de Publicidade, na categoria de packing design. 

Salada pronta

Quem aprecia uma mistura de tomate com alface e temperos vai encontrar uma empresa de Itobi (SP) apresentando a salada plantada, pronta para consumir em pequenas quantidades. 

A empresa Salada Viva está há dez anos no mercado. Começou com a produção de mudas de hortaliças. Pouco antes da pandemia de Covid-19, o proprietário, Paulo Alvero Jr., percebeu uma demanda, principalmente, de pessoas que moram sozinhas. “Elas compravam alface ou rúcula no supermercado e perdiam rápido, porque não conseguiam comer tudo”, explica. Durante a crise sanitária, o negócio se consolidou.  

Paulo Alvero, da Salada Viva. Foto: Igor Savenhago

A solução foi oferecer verduras plantadas em vasos, que se sustentam sobre um substrato de casca de pinus moída e só precisam receber água. Isso aumenta a durabilidade do produto e a comodidade do consumidor, que pode utilizar o alimento aos poucos, conforme a demanda.   

Além de alface, Paulo cultiva rúcula, manjericão, hortelã, coentro e salsinha. Esteve pela primeira vez na Agrishow em esquema de revezamento. A cada dia da feira, 25 expositores diferentes ocupam os espaços no estande do Sebrae-SP. Uma forma de valorizar a cultura familiar e pulverizar novidades que dão pequenos toques de charme em meio aos equipamentos gigantes.

Bom Dia Agro
X
Carregando...

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de AGRISHOW 2024

1

Agrishow 2024 tem recorde de empresas inscritas e expectativa de repetir R$ 13,2 bilhões em negócios

Agrishow 2024 tem recorde de empresas inscritas e expectativa de repetir R$ 13,2 bilhões em negócios
2

New Holland lança na Agrishow o primeiro trator comercial 100% elétrico do mundo

New Holland lança na Agrishow o primeiro trator comercial 100% elétrico do mundo
3

Morre vítima de acidente envolvendo helicóptero na Agrishow

Morre vítima de acidente envolvendo helicóptero na Agrishow
4

A Agrishow dos pequenos e médios produtores

A Agrishow dos pequenos e médios produtores
5

Agrishow 2024: passeio, negócios e amor

Agrishow 2024: passeio, negócios e amor
6

Agronegócio de São Paulo vai receber R$ 1,4 bi em investimentos

Agronegócio de São Paulo vai receber R$ 1,4 bi em investimentos

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas