AJUDA AO RS

Entidades do agronegócio fazem campanhas para ajudar o povo gaúcho. Saiba como participar!

Summit Agro

Quais são os principais tipos de hortaliças no Brasil?

Entenda como são divididos os tipos de hortaliças e quais são as principais diretrizes para seu cultivo

4 minutos de leitura

23/10/2023 | 08:30

Hortaliças são sinônimo de alimentação saudável, porém, o termo é muito abrangente e gera algumas confusões. Os alimentos já eram cultivados no Brasil antes mesmo da chegada dos portugueses, mas com a colonização, diversas espécies de outras partes do mundo foram introduzidas em terras nacionais. Algumas se adaptaram melhor ao clima de deferentes regiões e passaram a fazer parte do consumo cotidiano dos brasileiros.

O que são hortaliças?

Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), hortaliças são plantas alimentares caracterizadas pelo alto teor de vitaminas e minerais. O órgão estima que cerca de 80 espécies façam parte do cotidiano alimentar da população brasileira, sendo cultivadas e comercializadas com maior frequência do que outras plantas.

Normalmente, as hortaliças são plantas herbáceas, ou seja, plantas que não têm caule lenhoso, também conhecidas como ervas. Porém, elas podem ser dívidas em diferentes tipos conforme as características de suas partes.

Com ciclos curtos, a maioria das hortaliças pode ser produzida ao longo do ano. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

Hortaliças-folhosas

Diz respeito as plantas cuja parte destinada à alimentação são suas folhas. Entre os exemplos mais comuns estão alface, acelga, agrião, almeirão, alho-poró, cebolinha, couve, chicória, espinafre, rúcula, repolho, salsa e muito mais.

Hortaliças-flores

Neste caso, a parte comestível são as flores, os principais exemplos são alcachofra, brócolis e couve-flor.

Hortaliças-frutos

São plantas nas quais o fruto é utilizado para alimentação, tanto verde ou quanto maduro. Os principais exemplos incluem melancia, melão, abobora, abobrinha, chuchu, berinjela, morango, pimenta, pepino e tomate.

Brasil produz cerca de 105 mil toneladas de morango por ano. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

Hortaliças-legumes

O termo legume pode definir todas as plantas herbáceas comestíveis cuja parte destinada à alimentação não sejam folhas. São consideradas hortaliças-legumes espécies como ervilha, fava, feijão e vagem.

Hortaliças-raízes

São as plantas com as raízes destinadas à alimentação. Entre elas estão batata-baroa (também chamada de mandioquinha ou cenoura-salsa), batata-doce, beterraba, cará, cenoura, nabo e rabanete.

Hortaliças-tubérculo

Tubérculos são uma espécie de caule subterrâneo presente em alguns vegetais. Eles armazenam nutrientes que são disponibilizados para o desenvolvimento da planta. Conhece-se por hortaliça-tubérculo a batata.

Hortaliças-bulbo

Bulbos também tem o objetivo de acumular nutrientes para a planta, mas diferem dos tubérculos por terem um formato achatado, chamado de prato. Entre as hortaliças-bulbo estão o alho e a cebola.

Hortaliças-haste

Nas hortaliças-haste, a parte comestível é o caule vegetal, como o aspargo e o salsão.

Outras divisões de hortaliças

Para algumas finalidades, a divisão das hortaliças é mais abrangente. Nestes casos, reúnem-se tipos similares sob o nome de hortaliças tuberosas, hortaliças herbáceas ou hortaliças frutos.

Hortaliças tuberosas reúnem os tubérculos, rizomas, bulbos e tuberosas. Hortaliças herbáceas são todas cuja parte comestível da planta está acima do solo, folhas, talos, hastes, flores e inflorescências. Por fim, as hortaliças-fruto são aquelas cujo fruto é a parte utilizada para a alimentação, desde melancias até ervilhas.

Como cultivar?

Com mais de 80 espécies cultivadas cotidianamente para consumo, é difícil traçar regras específicas para o cultivo de hortaliças, mas a Embrapa disponibiliza materiais gratuitos para consulta. De qualquer forma, muitas hortaliças têm características comuns em que algumas diretrizes gerais sobre o cultivo podem ser apresentadas.

As hortaliças folhosas e as raízes têm melhores resultados quando cultivadas em temperaturas entre 15°C e 23°C. Já as hortaliças-frutos podem ser produzidas entre os 18°C e 25°C, algumas espécies até se adaptam a climas muito quentes, entre 30°C e 35° C, porém a frutificação é prejudicada. 

Couve, repolho, alface, cenoura e couve-flor se adaptam melhor a climas frios, suportando baixas temperaturas e geadas. Alguns centros de pesquisa já desenvolveram cultivares de verão dessas hortaliças de clima frio, possibilitando a produção em diferentes regiões e ao longo de todo o ano.

A maioria das hortaliças conta com diferentes cultivares, cada um com formato, tamanho, cor e ciclo específicos. Além disso, os cultivares apresentam diferença na resistência a doenças, pragas e condições climáticas específicas. Por isso, o ideal é estudar a sua região e adquirir sementes ou brotos do cultivar que seja melhor adaptado a ela.

No geral, mesmo para hortas pequenas, alguns instrumentos como enxada, pá de corte, rastelo, sacho, colher de transplante, regador, pulverizador e carrinho-de-mão são essenciais. Lembre-se de consultar os melhores adubos e defensivos para utilizar em sua horta, sempre considerando o ciclo, o cultivar e a época do ano do plantio.

Fontes: Organicsnet, Embrapa, Catálogo de Hortaliças – Embrapa, Saber Horti-Fruti

Bom Dia Agro
X
Carregando...

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Summit Agro

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas