Summit Agro

Hidroponia: o que é preciso saber para introduzir esse sistema?

Entenda o que é a hidroponia, quando ela vale a pena e o que é preciso considerar para montar um sistema

4 minutos de leitura

10/05/2023

Em diversos momentos da história, a evolução da tecnologia inovou os processos de produção de alimentos. Foi assim com a descoberta de técnicas de irrigação, o desenvolvimento de adubos e de fertilizantes e o surgimentos de máquinas agrícolas.

Mesmo com todas essas inovações, o imaginário popular sempre atribui a produção de alimentos ao solo, e passa quase despercebido o fato de que muitas hortaliças e frutas que são consumidas diariamente não têm contato com a terra. Esse é o processo de hidroponia, uma evolução que veio para ficar e ajudou muitas localidades com problemas ambientais sérios a conseguir produzir alimentos durante todo o ano.

Saiba mais da hidroponia e descubra se é o processo ideal para a sua produção.

O que é e como funciona o cultivo por hidroponia?

A hidroponia é o ato de produzir plantas em uma solução nutritiva sem contato com o solo. Nesse processo, são desenvolvidas condições de nutrição, iluminação e temperatura para que as plantas se desenvolvam em locais fechados e completamente controlados.

Na hidroponia, as raízes das plantas ficam submersas em uma solução nutritiva ou em substratos, como cascalho, areia, lã de rocha e serragem, em que são adicionados os nutrientes necessários para o desenvolvimento normal da planta.

Existem diferentes tipos de desenvolvimento de sistemas hidropônicos, e as variadas técnicas se dividem em dois grandes grupos: estáticos e dinâmicos.

A female farmer works in the organic hydroponic vegetable greenhouse

Nos cultivos estáticos, a solução nutritiva usada para alimentar a planta não circula por todo o sistema. Em vez disso, ela é aplicada e permanece parada perto da raiz, sem retornar a uma bomba ou passar pelo conjunto de outras plantas. Nos cultivos dinâmicos, a solução nutritiva circula por todo o sistema, bombeada por um motor ou uma bomba central. A solução volta a um reservatório, onde recebe tratamento ou é substituída.

As técnicas mais usadas para a produção hidropônica são o Sistema Floating e a Nutrient Film Technique (NFT). No floating, as mudas ficam em uma base, normalmente de isopor, sobre um reservatório, onde encostam as raízes na solução nutritiva. Nessa técnica é preciso realizar a troca periódica da solução e a oxigenar.

A NFT é a técnica mais utilizada e consiste em um sistema mecanizado. Uma motobomba é acionada periodicamente e faz que a solução nutritiva circule por todo o sistema por meio de tubos. Esse sistema exige a troca periódica da solução, bem como a higienização dos reservatórios e dos tubos de circulação.

Outras técnicas existentes são de gotejamento, sistema de pavio, sistema de subirrigação e aeroponia. Neste último, as plantas ficam suspensas em uma câmara e as raízes ficam em um interior escuro, que é nebulizado com solução nutritiva periodicamente, já a parte aérea das mudas recebe luz natural ou artificial.

Em quais culturas a hidroponia é mais usada?

As culturas mais produzidas em sistemas de hidroponia são folhosas, principalmente alface, rúcula e agrião. Apesar disso, diversas outras culturas podem ser desenvolvidas nesse sistema, como frutas, legumes e grãos. Morango, arroz, trigo, melão, pepino e salsa são outros produtos hidropônicos mais comuns.

Alface é a planta mais cultivada no sistema hidropônico. (Fonte: Pixabay/Reprodução)

Quais são os benefícios da hidroponia?

Um dos principais benefícios da hidroponia é possibilitar a produção de alimentos em locais onde naturalmente não seria possível. Regiões áridas, muito frias, com crises climáticas, crises sociais e humanitárias (como zonas de guerra) e regiões com solos poluídos ou destruídos, podem continuar alimentando a população por meio da hidroponia.

Além disso, a técnica permite o cultivo de alimentos em áreas pequenas ou urbanas, nas quais o plantio comum não seria possível ou ficaria suscetível a altas taxas de poluição. Apesar de poder ser uma escolha de necessidade, a hidroponia também se revela uma técnica interessante para quem quer produtividade.

Como é possível controlar todos os processos de desenvolvimento da planta, desde a nutrição até o tempo de iluminação, os produtos hidropônicos chegam à maturidade mais rapidamente e muitas vezes têm sabor e qualidade superiores a muitas produções tradicionais. Um pé de alface, que comumente leva de 60 dias a 65 dias para chegar ao estágio de colheita no cultivo tradicional, fica maduro em apenas 35 dias nos sistemas hidropônicos.

A hidroponia também pode ser muito amigável ao meio ambiente. Quando está bem ajustado, o sistema pode economizar 70% de água em relação a cultivos tradicionais, já que toda a água é reutilizada. O sistema também diminui o uso de pesticidas e de herbicidas.

Como criar um sistema de hidroponia?

Apesar de haver alguns sistemas hidropônicos caseiros, para criar uma produção em maior escala é preciso investir em mão de obra especializada. Isso porque a tecnologia embarcada é grande e é preciso garantir condições ideais de temperatura, iluminação, irrigação, quantidade correta de nutrientes na solução e até condutividade elétrica na água.

Além disso, as bombas e os dutos devem ser bem dimensionados, já que eventuais falhas no sistema podem causar a perda de toda a produção.

Fonte: Sebrae, CPT, Belagro, Embrapa

Bom Dia Agro

Newsletter

X
Carregando...

Seu e-mail foi cadastrado!

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Bem-vindo (a) ao Bom dia, Agro!

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Mantenha-se conectado!

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Summit Agro

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas