AJUDA AO RS

Entidades do agronegócio fazem campanhas para ajudar o povo gaúcho. Saiba como participar!

Economia

Safra de laranja 2023/24 fecha em 307,22 milhões de caixas, diz Fundecitrus

Volume é o mesmo projetado na revisão de dezembro de 2023,mas está 2,22% menor em comparação com a temporada anterior

2 minutos de leitura

10/04/2024 | 16:04

Por: Broadcast Agro

laranjas cortadas ao meio
Foto: Adobe Stock

São Paulo, 10 – A safra de laranja 2023/24 no cinturão citrícola de São Paulo e Triângulo/Sudoeste Mineiro, considerado maior região produtora do mundo, deve fechar em 307,22 milhões de caixas de 40,8 kg, mantendo o volume projetado na revisão de dezembro de 2023, e 2,22% menor em comparação com a temporada anterior, que atingiu 314,21 milhões de caixas.

Os números fazem parte de pesquisa realizada pelo Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus) em parceria com a Markestrat, e professores titulares da FEA-RP/USP e FCAV/Unesp.

Conforme o levantamento, chuvas abaixo da média, frutos pequenos e greening causaram impacto na produção. Também não houve alteração no volume de produção da safra 2023/24, em relação à reestimativa de fevereiro passado.

Segundo comunicado do Fundecitrus, as condições climáticas desfavoráveis foram fator determinante para a redução da produção em relação à expectativa inicial, informou o coordenador da Pesquisa de Estimativa de Safra do Fundecitrus, Vinícius Trombin. “A transição do primeiro semestre chuvoso em 2023 para um déficit de precipitação no segundo semestre, que se prolongou até o fim da temporada em 2024, causou impacto na produção das laranjeiras”, disse.

Segundo ele, “a precipitação média no cinturão nesse período caiu significativamente, enquanto as temperaturas subiram muito desde a chegada do fenômeno El Niño em junho do ano passado, o que levou a uma maior evapotranspiração e à redução da umidade do solo.”

Além disso, o agravamento do greening e a colheita mais acelerada nesta temporada, o que encurtou o período de desenvolvimento das laranjas, também trouxeram impacto. “A combinação desses fatores resultou em frutos de tamanhos menores do que o esperado das variedades de meia-estação e tardias. E embora o ritmo acelerado da colheita tenha prejudicado o crescimento das laranjas, também teve um efeito positivo, ajudando a reduzir as perdas de frutos causadas por queda prematura”, comentou Trombin.

Segundo o Fundecitrus, o ritmo mais acelerado de colheita foi uma estratégia para diminuir a taxa de queda de frutos e reduzir as perdas na produção, no entanto, a taxa de queda de frutos ainda permaneceu acima dos níveis históricos, especialmente devido ao impacto do greening. A taxa acumulada desde o início da safra foi de 19,0%, e a perda de produção resultante da queda prematura de frutos foi estimada em 72 milhões de caixas.

Dentre os motivos da queda de frutos, o principal nesta safra foi o greening, 8,35% dos 19% totais, o que representa 32 milhões de caixas que caíram prematuramente. Em seguida, dentre as pragas e doenças, vieram o bicho-furão e as moscas-das-frutas (juntos, 5,05%). Em terceiro lugar, a categoria que abrange a queda natural (2,00%) e a mecânica (1,02%), seguidos por outros fatores.

Em relação ao tamanho médio dos frutos colhidos de todas as variedades, foram necessários 255 frutos para compor uma caixa de 40,8 kg, indicando um aumento de oito frutos em relação à estimativa feita em maio. O peso médio desses frutos foi de 160 gramas, inferior ao peso inicialmente previsto de 165 gramas, e também menor do que o peso médio dos últimos 10 anos, que é de 163 gramas por fruto.

Safra 2024/25

A estimativa da safra de laranja 2024/25 e o inventário de árvores serão divulgados no dia 10 de maio de 2024, às 10 horas, em evento presencial no Fundecitrus.

Bom Dia Agro
X
Carregando...

Agora complete as informações para personalizar sua newsletter e recebê-la também em seu Whatsapp

Sua função
Tipo de cultura

Tudo certo. Estamos preparados para oferecer uma experiência ainda mais personalizada e relevante para você.

Fique atento ao seu e-mail e Whatsapp para atualizações. Estamos ansiosos para ser parte do seu dia a dia no campo!

Enviamos um e-mail de boas-vindas para você! Se não o encontrar na sua caixa de entrada, por favor, verifique a pasta de Spam (lixo eletrônico) e marque a mensagem como ‘Não é spam” para garantir que você receberá os próximos e-mails corretamente.

Mais lidas de Economia

1

Cadeia de suínos movimentou R$ 371,6 bilhões em 2023, aponta ABCS

Cadeia de suínos movimentou R$ 371,6 bilhões em 2023, aponta ABCS
2

ITR: tudo que você precisa saber do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural

ITR: tudo que você precisa saber do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural
3

Arroz: consultor diz que importação é a saída, mas não é o momento

Arroz: consultor diz que importação é a saída, mas não é o momento
4

Prejuízos no agronegócio do RS passam de R$ 2 bilhões, estima Confederação Nacional dos Municípios

Prejuízos no agronegócio do RS passam de R$ 2 bilhões, estima Confederação Nacional dos Municípios
5

Cargill investiu R$ 2,5 bilhões no Brasil em 2023: “um lugar pra gente estar”

Cargill investiu R$ 2,5 bilhões no Brasil em 2023: “um lugar pra gente estar”
6

Entidades de SC pedem suspensão de leilão para compra de arroz

Entidades de SC pedem suspensão de leilão para compra de arroz

Mapeamento completo das condições do clima para a sua região

Notícias relacionadas